Notícias » Politíca

Pedro Taques quer concluir 6 obras consideradas prioritárias

03/12/2018 às 22:37

Autor: Pablo Rodrigo pablo@gazetadigital.com.br
Fonte: GAZETA DIGITAL

Divulgação

Divulgação

 

Faltando 28 dias para concluir o mandato como governador do Estado de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB) decidiu colocar toda sua equipe focada na conclusão de seis obras estabelecidas como prioridades para serem entregues até o dia 31 de dezembro. De acordo com Ciro Rodolpho, secretário-chefe da Casa Civil e principal porta-voz do governo desde o dia 7 de outubro, quando Taques foi derrotado na sua tentativa de reeleição, as duas obras de mobilidade urbana nas saídas de Cuiabá para o município de Chapada dos Guimarães e do Distrito da Guia se tornaram “questão de honra” para o governo.

“Não querermos chegar dia 31 de dezembro, fechar as portas, apagar as luzes e essas obras estarem com 98% de sua conclusão”, diz o secretário.  

 

Leia também - Sócios e parentes de políticos mineram fortunas em Mato Grosso

 

Apesar do período chuvoso, Ciro diz que os responsáveis pelas obras estão empenhados em concluir a parte de iluminação da saída para a Chapada. “É a parte que falta. E aí sim vamos fazer a inauguração como merece”, afirma. “E também a saída para o Distrito da Guia. Essa obra é a que mais vai precisar de esforços para que seja concluída, mas devemos conseguir até a saída do bairro Despraiado, com a trincheira concluída nesta reta final”, completa.   

 

O chefe da Casa Civil também afirma que Pedro Taques pretende finalizar as reformas dos hospitais regionais de Sinop e Rondonópolis. “É algo que está na pauta do governador e a gente quer ir até essas cidades e cumprir o compromisso que fizemos com essas regiões”, revela. A reforma nas duas unidades está orçada em R$ 40 milhões.   

 

O governo pretende inaugurar ainda o Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa que, segundo Ciro, seria uma obra simbólica para o governador Pedro Taques. “Não só pela obra pública que ela é, mas por aquela edificação ter o DNA e ter sido construído com dinheiro 100% recuperado da corrupção. São mais de R$ 12 milhões que foram de acordos de leniência, delações premiadas e tudo isso foi direcionado para essa obra”, afirma.   

 

A primeira das seis obras que Taques pretende entregar será da nova sede da Controladoria Geral do Estado (CGE). “No Dia Mundial de Combate à Corrupção (7 de dezembro) nós vamos inaugurar da nova sede da Controladoria Geral do Estado (CGE)”.   

 

Projetos   

 

Já em relação ao debate legislativo, a equipe de Taques se dedicará nas discussões e aprovações das Leis Orçamentárias do Estado (LOA e LDO), que ainda não foram votadas.   

 

“Outros projetos, como uma reforma administrativa e a reforma tributária simplificada, que foram elaboradas pela nossa gestão, ficarão à disposição do novo governo. Não temos tempo hábil para apresentá-las, para discuti-las e nem seria conveniente encaminhar nesta reta final”, concluiu o chefe da Casa Civil.

WEBMAIL

Coloque seu e-mail e senha para ter acesso ao webmail.

Enquete

O que você achou do nosso site? Dê sua opinião e nos ajude a melhorar nossa plataforma