Notícias » Esportes

Por causa de Alzheimer, campeão do mundo em 1962 não recebe pensão

11/02/2017 às 10:14

Autor: Davi Barros
Fonte: g1.com/Globoesporte

Lateral-esquerdo reserva de Nilton Santos na campanha da Copa do Mundo de 1962, Altair tem sofrido com a burocracia e também com o mal de Alzheimer. Quarto jogador que mais vestiu a camisa do Fluminense, ele não recebeu três pensões que teria direito - uma dele mesmo, outra da mulher, que morreu em 2009, e a última do governo federal, que paga uma aposentadoria aos campeões mundiais. O motivo é desolador: por causa do estágio avançado da doença, ele não consegue assinar o próprio nome.

Luana Galvão toma conta do ex-jogador há mais de oito anos e o levou para morar em sua casa após a morte da esposa de Altair. Segundo ela, a pensão que ele teria direito da CBF (cerca de R$ 1,9 mil), por ser campeão mundial, está sendo paga normalmente. O problema está na aposentadoria que teria que receber pela prefeitura de Niterói, o da mulher, de um banco privado - ambos no valor de um salário mínimo - e também o da Caixa Econômica Federal, de cerca de R$ 4 mil, também é dado aos campeões de Copa do Mundo.

- Ele recebe dinheiro da CBF. As duas pensões que deveria receber de Niterói, que agora é do Banco do Brasil, e o da mulher, do Itaú, estão bloqueadas. Ele não tem condição de assinar e receber o cartão por causa do mal de Alzheimer. Já falei com a promotoria de São Gonçalo, que está analisando o caso, e entrei com uma medida cautelar.

De acordo com Luana, além das duas pensões, o governo federal também estaria devendo dinheiro ao ex-jogador. Segundo ela, o valor serviria para juntar com a quantia que ele recebe da CBF para formar uma receita mais encorpada.

Altair foi internado no dia 2 de janeiro deste ano, quando passou a não conseguir engolir a comida que era dada a ele. O ex-jogador tem se alimentado graças a uma sonda e continua no Hospital e Clínica São Gonçalo, na Baixada Fluminense. Altair ainda ficará mais um tempo internado por causa de um inchaço no joelho.

WEBMAIL

Coloque seu e-mail e senha para ter acesso ao webmail.

Enquete

O que você achou do nosso site? Dê sua opinião e nos ajude a melhorar nossa plataforma