Notícias » Esportes

Fortuna cita golpe antes de nocaute e não descarta lutar nos médios no UFC

07/02/2017 às 11:23

Autor: Zeca Azevedo
Fonte: COMBATE

No último sábado, em Houston, Marcel “Mãozinha” Fortuna surpreendeu ao nocautear Anthony Hamilton logo em sua estreia no UFC, e diante de um adversário quase 22kg mais pesado. Chamado duas semanas antes para lutar no peso-pesado, o brasileiro pretende voltar à divisão dos meio-pesados - onde luta originalmente -, mas não descarta até descer para os médios. Mas, se isso acontecer, será estudado, para que não aconteça como ocorreu na única vez em que lutou na categoria até 84kg.

- Volto para o meio-pesado. Essa luta foi só para a estreia (...). Vou estudar essa possibilidade (de descer para os médios). Cortei peso uma vez só, e a minha única derrota foi na 84(kg), nunca tinha cortado peso antes. Fiz numa época em que não estava com bons coaches. Acabei desidratando antes da luta, perdi mais de dez quilos de liquido. No outro dia não estava bem. Vou estudar uma dieta e ver a possibilidade. Mas, a princípio, continuaria na 93(kg) - afirmou Fortuna ao Combate.com, dono de um cartel com nove vitórias e uma derrota.

Sobre a luta com Hamilton, que já tem oito combates no UFC, Fortuna explicou como foi o caminho até seu nocaute aos 3m10s do primeiro round. Nada saiu como ele havia planejado. O objetivo, a princípio, era usar seu jiu-jítsu de faixa-preta para finalizar o adversário.

- Entrei na luta com estratégia de movimentar e manter distância, mas no começo da luta ele encurtou bem e a gente ficou na trocação, e ele logo me cortou com uma cabeçada. Abriu o supercílio (direito) e daí tentei focar bastante nesse jogo de distância para evitar que ele golpeasse, fiquei preocupado com o corte. O objetivo era fixar nesse jogo de distância e movimentação para achar a chance de levá-lo para baixo. No começo fui sentir a base dele, mas estava firme, e continuamos trocando. Um pouco antes do nocaute, quando ele veio para cima, entrei com uma direita antes dele me colocar na grade. Senti que a combinação de socos estava boa, e foi quando entrou o nocaute.

Nascido em Tubarão, Santa Catarina, o brasileiro de 31 anos afirmou que seguirá no Brasil por enquanto, onde chegou nesta última segunda-feira. Treinando na Ralph Gracie, ele não descarta voltar aos Estados Unidos em breve. Nos planos está uma luta daqui a pouco tempo.

- Tenho 45 dias de suspensão por causa do corte no supercílio. Mas os treinos já voltam em uma semana. Espero lutar daqui a cerca de dois meses. Não tenho oponente em vista, mas é melhor me programar para daqui a dois meses. Por enquanto, vou ficar no Brasil, em Santa Catarina. Meu objetivo é voltar para os EUA, mas está cedo para decidir. Vou ver como as coisas vão acontecer agora.

Além da bolsa pela luta e a vitória, Marcel Fortuna ainda ganhou um bônus de US$ 50 mil dólares pela “Performance da Noite” em Houston. Sobre o dinheiro extra, o lutador disse que ainda não tem planos.

- Plano, de imediato, não tenho. Vou usar esse dinheiro no futuro, por enquanto vai ficar rendendo numa conta que tenho nos Estados Unidos - completou.

WEBMAIL

Coloque seu e-mail e senha para ter acesso ao webmail.

Enquete

O que você achou do nosso site? Dê sua opinião e nos ajude a melhorar nossa plataforma